<< Ver Todas as perguntas do Fórum
FAZER UMA PERGUNTA
Pergunta
Postada na Categoria:
Postado - há 10 meses
Respostas - 13
Acessos - 227

Qual é um bom valor de um condomínio de um apartamento?

Qual é um bom valor de um condomínio de um apartamento?

Respostas (13)

Zafir Russo

- há 10 meses
1451 Pontos

Roberto, boa tarde!

Você deve comparar, se tudo o que seu condomínio lhe oferece, em termos de lazer e serviços e benefícios em função do que você paga.

Só assim você poderá enchergar se o que você paga de condomínio e barato ou caro!

Ivan Ferreira Da Silva Filho

- há 9 meses
95 Pontos

Depende muito. Pois, se o condomínio oferece em termos de lazer, serviço e benefício. Não está caro, está justo. Pois, tudo que agrega em termos de comodidade segurança não tem preço.

José Roberto Fernandes Da Silva

- há 9 meses
17 Pontos

Custo / benefício

Maura Helena Alonso Hernandez Rozo

- há 10 meses
20 Pontos

O valor de condomínio irá variar de acordo com alguns itens: segurança, localização, cidade, período de atendimento, serviços prestados.

Gelson Marinho De Melo

- há 9 meses
19 Pontos

Dependendo do imóvel, R$ 300,00

Kátia Evangelista

- há 10 meses
133 Pontos

Varia de acordo com uma serie de fatores como localidade e lazeres internos

Vanderson Ferri

- há 9 meses
1447 Pontos

DIRETO AO PONTO: É UMA EQUAÇÃO ONDE LEVA EM CONTA, LAZER, TECNOLOGIA, SEGURANÇA, MANUTENÇÃO E CUSTO. LEMBRE-SE QUE QUANTO MAIS ANTIGO MAIORES SÃO OS GASTOS, UM PRÉDIO NÃO DIFERE DE UM CORPO, SE VOCÊ CUIDA BEM DELE VOCÊ GASTARÁ POUCO COM SUA MANUTENÇÃO MAS SE FOR DESLEXADO O CUSTO CHEGARÁ.

Joao Henrique Pereira Terra De Andrade

- há 10 meses
123 Pontos

Só comparando. Vai depender do prédio, quantas unidades tem e o que ele oferece. Por exemplo: Um Conjugado em um prédio apresentável e com total segurança e elevadores novos de R$390,00 a R$550,00 de condomínio está barato. Se for um condomínio de luxo até R$1200,00 vale. Passou disso é difícil até vender.

Jefferson Jeronimoj

- há 9 meses
4 Pontos

depende do gosta do empreendimento o gasto é revertido por unidade.

Marcelo Caus Sicoli

- há 3 meses
94 Pontos

tema de inquietação dos profissionais do ramo de imóveis são os crescentes custos condominiais. Essa estrutura de custos sofreu aumentos acima da inflação nos últimos anos em conexão com a elevação dos custos trabalhistas e especialmente o aumento nas tarifas de energia elétrica. Sabe-se que a taxa de condomínio é um fator relevante na tomada de decisões e que não pode ser facilmente flexibilizada, quer dizer, reduzida mediante negociação, como é no caso do aluguel. Como consultor de alguns condomínios, ouço afirmações genéricas e pouco construtivas, como: “Este condomínio está caro!”, “No condomínio X a taxa é mais barata que no Y!” ou “Temos que reduzir despesas”.
A taxa de condomínio é basicamente a soma da previsão de despesas daquele empreendimento divido pela quantidade de unidades por fração ideal. Assim, quanto maior o imóvel, maior será a taxa dentro daquele contexto. Aspectos muito diversos compõem a estrutura de custos: tempo da construção (e suas respectivas manutenções com o envelhecimento da edificação), quantidade de elevadores, gás e água inclusos ou não, quantidade de funcionários, gerador de energia, demandas judiciais ou mesmo rendas extraordinárias com alugueis de depósitos, vagas de garagem, antenas de telefonia, reuso de água de torneiras e chuva, geração de energia solar, que alguns síndicos como eu já implementaram em seu condomínio para aumentar receitas ou reduzir despesas.
A quantidade de unidades para dividir a conta é relevante também. Há prédios com 36 unidades com estruturas idênticas a outro com 120. Em São Paulo, certos prédios residenciais dispõem de vigilância armada, grande área de lazer para 15 apartamentos apenas, que pagam mensalmente quantias acima de R$10 mil por mês apenas de taxa de condomínio. Ao invés de criticar seu síndico e administradora de condomínio, é gentil ao menos minimamente entender seu trabalho. Bastante complexo vale registrar.

Alexandre Oliveira Fonseca

- há 3 meses
628 Pontos

depende pois o condomínio é uma contribuição pelos benefícios que o condomínio oferece. Agora se você espera um custo baixo necessário o uso via assembleia de condomínio poderá ser revisto com novas praticas sustentáveis

Lima

- há 3 meses
1452 Pontos

em media é calculado de acordo com o que lhe propoem de beneficios

Maria ângela Camini

- há 3 semanas
492 Pontos

O valor ideal é aquele que cobre as despesas mensais e ainda deixa um folga de caixa para uma eventualidade. Não adianta o condomínio gastar mensalmente 20 mil e ter uma receita de 21 mil, bastará alguns condôminos inadimplentes, um excesso de água ou algumas telhas quebradas no temporal para a conta entrar no vermelho. No nosso condomínio sempre temos uma sobra de caixa mensal.

Faça uma nova pergunta:

Faça uma pergunta no Fórum!